VASECTOMIA / ESTERILIZAÇÃO



 

É o método de esterilização definitiva masculina. Considerada um procedimento simples e de baixo risco, mas que  envolve uma decisão importante na vida reprodutiva do homem e do casal. 

Consiste em uma pequena incisão (1 a 2cm) em cada lado na base do escroto, com anestesia local ou sedação, onde é realizada a

ligadura dos  ductos deferentes (canal que conduz os espermatozóides do testículo até a próstata). A recuperação é rápida, não



havendo necessidade de internação. ​

Existem muitas informações falsas sobre a vasectomia que acabam virando mitos. Podemos afirmar que:



 Vasectomia NÃO causa impotência sexual.


 Vasectomia NÃO causa perda da libido.


 Vasectomia NÃO aumenta o risco de nenhum tipo de câncer.


 Vasectomia NÃO engorda.



Também é importante destacar que a vasectomia é um método contraceptivo que não diminui a chance de transmissão ou



contaminação por qualquer doença sexualmente transmissível (DST). O homem continua a ejacular normalmente, a diferença é

que não haverá mais espermatozóides no sêmen. Se o paciente vasectomizado tiver alguma DST, o risco de transmissão



permanece o mesmo.

 

Após a cirurgia, deve-se colher um  exame de ESPERMOGRAMA para certificar-se e garantir que já não existe mais espermatozóides

 

no sêmen e não correr risco de gravidez indesejada.

© 1977fernandoborges, All rights reserved.

Urologia 
Dr. Fernando Borges Ribeiro
(66) 3426 - 8651
    • Facebook Social Icon